Metodologia para análise de riscos geotécnicos em taludes de ferrovias - estudo de caso: Estrada de Ferro Vitória-Minas.

Fazer Download...

Publicada em 15/09/2014

Discente: Stefânia Moreira Alves

Resumo:

O objetivo do trabalho foi desenvolver matrizes de perigo (modelos), que associados a vulnerabilidade possibilitassem determinar o grau de risco para taludes de solo, saprolito e rocha. A criação destes modelos foi espelhada nas classificações geomecânicas de Bieniavisk e Barton, nas quais são analisados e ponderados os parâmetros físicos do talude, de forma a obter a classificação do maciço. No caso deste trabalho, são feitas essas avaliações para determinação do grau de risco. Na abordagem inicial os taludes são analisados de forma qualitativa, que embasa a posterior análise semi-quantitativa. O trabalho foi desenvolvido desta forma, pois não havia um banco de dados com históricos de rupturas que possibilitasse a realização de uma análise puramente quantitativa. Outro desafio ao realizar um trabalho deste tipo é a aplicação dessas avaliações de riscos aos inúmeros taludes presentes em obras lineares. Devido a grande extensão de tais obras, são encontrados diferentes tipos de relevos, vegetações, geologias e condicionantes geotécnicos, fazendo-se necessária a setorização geológicageoténica. Além disto, objetivou-se criar um procedimento padrão para percorrer a ferrovia de posse de um material que enquadre o talude em um modelo Z criado, que resulte no grau do risco apresentado no campo, por exemplo. Esta metodologia desenvolvida foi aplicada à linha tronco da Estrada de Ferro Vitória Minas (EFVM) pertencente à empresa Vale S.A. Foram discriminados todos os taludes da EFVM como estando sujeitos a um risco alto, portanto carecendo de um tratamento imediato; um risco médio, sendo necessário um monitoramento constante; risco baixo e muito baixo como sendo aqueles que se apresentaram estáveis e são plausíveis de reavaliações após períodos chuvosos. Com isso é possível melhorar o planejamento, a manutenção dos taludes e mitigar as ocorrências de deslizamentos que podem causar diversos danos.

Abstract:

The aim of this study was to develop risk matrices (models), that associated with vulnerability can determine the risk degree for soil, saprolite and rock slopes. The creation of these models was based on Bieniavisk and Barton´s geomechanical classifications, which are analyzed and pondered the physical parameters of the slope in order to obtain its classification. On this study, these assessments have the purpose to determine the risk degree. In the initial approach, the slopes are analyzed qualitatively, which bases the posterior semi-quantitative analysis. The study was developed in this way, because there wasn’t a database of landslides history or erosions that allowed the realization of a purely quantitative analysis. Another challenge to develop this study is to apply these risk assessments to numerous slopes present in linear works. Due to the large extension of these types of constructions, there are different characteristics in terms of topography, vegetation, geology and geotechnical conditionants, being necessary a geological-geotechnical sectorization. An additional objective was to create a standard operating procedure, that enables the employee to walk along the railroad with material that fits the slope in one Z model which results in the risk degree presented in the field, for example. This methodology was developed for the main line of the railroad Vitória-Minas (EFVM) belonging to company Vale SA. All slopes from EFVM were discriminated as being subject to a high risk, therefore requiring an immediate treatment; medium risk that needed a constant monitoring; low and very low risk who were stable and subject to revaluations after rainy periods. This makes possible to improve the planning, maintenance of slopes and mitigate the occurrences of landslides and erosions that can cause extensive damage.

Palavras-chave:

análise de risco, taludes, ferrovia, EFVM, obra linear

Áreas de Concentração:

- Gestão de Riscos em Geotecnia e Desastres Naturais

Orientadores:

- Romero César Gomes

Outros Participantes:


Nucleo de Geotecnia da Escola de Minas | Campus Universitário Morro do Cruzeiro, S/N | Ouro Preto/MG - 35.400-000
Mestrado Acadêmico / Doutorado - 031 3559-1164
Mestrado Profissional - 031 3559-1508