Estudo Experimental de Escórias de Aciaria para Fins de Caracterização Tecnológica como Material de Lastro Ferroviário em Vias Sinalizadas

Fazer Download...

Publicada em 07/03/2007

Discente: Gustavo Marçal de Souza

Resumo:

As escórias de aciaria são um dos subprodutos de maior volume gerados nas usinas siderúrgicas, tendo grande potencial de aplicação como matéria-prima na construção civil. Entretanto, a sua introdução como material de lastro em vias férreas foi feita de forma aleatória, sem um estudo prévio das suas características geomecânicas e avaliação das potenciais consequências de sua utilização no dia a dia das vias em questão. Desta forma surgiram diversos inconvenientes na sua utilização, como quebra excessiva dos grãos, o que diminui a vida útil do lastro e aumenta os gastos com manutenção. Outro problema é a diminuição do desempenho operacional uma vez que seu uso pode provocar a paralisação do trafego ferroviário devido à condução de eletricidade pela escória de aciaria principalmente no período chuvoso, o que gera falsa ocupação no circuito de bloqueio de linha levando o Centro de Trafego Centralizado (CTC) a interromper o trafego e acionar a manutenção de linha. Por outro lado, não se pode descartar o potencial de utilização deste resíduo, pois a utilização da escória como lastro diminui a demanda de jazidas dos materiais naturais utilizados corriqueiramente, cada vez mais difíceis de se encontrar. Podemos enumerar ainda outra contribuição dada ao meio ambiente com a redução do passivo ambiental perante a sua utilização, pois de outra forma, mesmo de maneira controlada o material seria disposto no ambiente. neste contexto o presente trabalho tem por objetivo básico a avaliação da qualidade do processo de industrialização da escória, bem como a sua competência em termos de resistência e outras propriedade físicas. Visa-se credenciar definitivamente o uso da escória de aciaria em larga escala como lastro de ferrovias, bem como investigar as propriedades de resistividade e condutividade elétrica do material, introduzindo melhoria no desempenho operacional através de redução da paralisação do trafego ferroviário motivado pela falsa ocupação. O programa experimental envolvido consta basicamente na caracterização química, mineralógica, física, mecânica e ambiental além da determinação da resistividade elétrica dos principais materiais utilizado como lastro de ferrovia pela EFVM por meio de ensaios realizados em campo e em laboratório. Finalmente, foi feita uma análise conjugada destes resultados permitindo apontar problemas e possiveis soluções no uso da escória de aciaria como material ara composição de lastro.

Áreas de Concentração:

- Geotecnia de Pavimentos
- Geotecnia

Orientadores:

- Romero César Gomes
- Gilberto Fernandes

Outros Participantes:


Nucleo de Geotecnia da Escola de Minas | Campus Universitário Morro do Cruzeiro, S/N | Ouro Preto/MG - 35.400-000
Mestrado Acadêmico / Doutorado - 031 3559-1164
Mestrado Profissional - 031 3559-1508