Caracterização e Avaliação de Imprevistos Geológicos em Obras de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH’s)

Fazer Download...

Publicada em 24/08/2006

Discente: José Heli de Almeida

Resumo:

A implantação de um empreendimento hidrelétrico exige uma combinação criteriosa e integrada de vários fatores, técnicos e não técnicos, de naturezas distintas, mas, sem dúvida, as feições geológico-geotécnicas locais constituem a questão de relevância fundamental para um adequado controle de qualidade das obras, garantia de segurança do empreendimento e redução de custos e dos riscos associados às atividades de construção, operação e manutenção da usina hidrelétrica. Para o caso de uma Pequena Central Hidrelétrica - PCH, estas condicionantes se aplicam integralmente, num contexto de execução de um empreendimento envolvendo prazos consideravelmente menores e recursos financeiros muito mais limitados para a elaboração dos projetos. O presente trabalho, após uma explanação geral do roteiro básico a ser adotado para a elaboração do projeto básico de uma PCH, de acordo com as normas da ANEEL / Eletrobrás, teve como principal objetivo analisar e quantificar os chamados ‘imprevistos geológicos’, no contexto de 5 diferentes empreendimentos de PCH’s (Ponte, Palestina, Triunfo, Cachoeira Encoberta e Granada). Para a consecução deste objetivo, foram realizadas análises comparativas entre os quantitativos dos volumes de escavações em solo e rocha, aterros, enrocamentos e ensecadeiras, previstos nos respectivos Projetos Básicos e efetivamente executados nas obras correspondentes. Em todos os casos estudados, o acesso direto às fundações locais após a fase de desvio do rio mostrou realidades muito distintas daquelas previstas nos estudos do Projeto Básico, com variações expressivas da locação do topo rochoso inferido e a ocorrência de feições geológicas locais não detectadas previamente. Neste contexto, as análises demonstram a enorme relevância de se estabelecer, com o maior rigor e objetividade possíveis, as bases do que se entende e o que se define efetivamente como modelo geológico adequado para a contratação de uma obra de PCH ou equivalente, sendo apresentada, como sugestão complementar, uma metodologia geral de projeto de PCH’s com a inserção dos potenciais imprevistos geológicos, como premissa básica de projeto.

Abstract:

The construction of a hydroelectric undertaking requires wise combination formed by several technical and nontechnical aspects of different nature but, by all means, the local geological- geotechnical characteristics are of fundamental importance for a suitable quality control of works, guaranty of undertakings security, reductions of costs and risks related to activities comprising construction, operation, and maintenance of the hydroelectric station. In the event of a Small Hydroelectric Power Station - PCH, such conditions are completely applicable for the performance of an undertaking which will require considerably small terms and much more limited financial resources for carrying out the projects. The present work, after a general explanation of the basic schedule intended to be followed for the performance of a basic project of a PCH in accordance with ANEEL/Eletrobrás norms had as its main goal the analysis and quantification of the called “unexpected geological aspects” in the context of 5 different undertaking of PCH’s (Ponte, Palestina, Triunfo, Cachoeira Encoberta e Granada). For the performance of this task were performed comparative analyses among quantitatives of excavation volumes in soil and rock, embankments, enrockments, and cofferdams, as foreseen in respective Basic Projects and effectively performed in corresponding works. In all cases so studied, the direct access to local foundations after the step of deviation of the river did not show realities very diverse from those foreseen in the studies of the Basic Project, with expressive variations as to location of rocky top and not previously detected local geological aspects. I this context, the analyses show a great importance of being more rigorously and objectively established the basic of what is understood and effectively defined as the geological model suitable for the contracting of a PCH work or similar, being submitted as a complementary suggestion, a general methodology of a PCH’s project with the insertion of potential geological unforeseen aspects as a basic premise of the project.

Áreas de Concentração:

- Geotecnia de Barragens

Orientadores:

- Romero César Gomes

Outros Participantes:


Nucleo de Geotecnia da Escola de Minas | Campus Universitário Morro do Cruzeiro, S/N | Ouro Preto/MG - 35.400-000
Mestrado Acadêmico / Doutorado - 031 3559-1164
Mestrado Profissional - 031 3559-1508