Impermeabilização das Superfícies de Contato para Implantação de Estruturas de Concreto em Maciço de Rocha Sulfetadas - o Caso da UHE Irapé

Fazer Download...

Publicada em 05/06/2008

Discente: Walles de Jesus Lopes Pereira

Resumo:

As águas que percolam por maciços de rocha sulfetada podem tornar-se quimicamente agressivas aos concretos, comprometendo algumas de suas características, como estanqueidade e resistência. A presença de sulfetos no maciço rochoso do sítio de implantação da UHE Irapé levou ao estudo e implementação de medidas de proteção às estruturas de concreto. Os estudos foram realizados com base na norma britânica BRE Special Digest 1, que propõe uma classificação da agressividade química do maciço e define quais características deve possuir o concreto para resistir a esta agressividade, além de fixar as medidas de proteção adicionais a serem adotadas. Em Irapé, além da adoção de medidas relacionadas à composição do concreto, as superfícies de rocha foram impermeabilizadas, a fim de evitar o contato das águas percoladas pelo maciço com as superfícies de concreto. Após testes de campo e de laboratório, foram definidos dois produtos para impermeabilização: uma película rígida de base epóxi, Fospox SF P235, e uma película flexível de poliuretano, denominada Nitoproof 250. Este trabalho consiste na descrição dos estudos e testes que levaram à definição destes produtos, assim como dos critérios para a definição dos locais tratados, dos procedimentos e controles utilizados na aplicação da impermeabilização. É feita também uma avaliação da eficiência do tratamento aplicado, por meio da análise em laboratório de testemunhos de concreto e rocha extraídos de locais representativos das fundações das estruturas, dois anos após as concretagens e um mês após o enchimento do reservatório. O trabalho conclui, com base nos resultados dos ensaios, que a solução de impermeabilização das superfícies de rocha, combinada com melhorias nas características do concreto, foi eficiente, no período, para proteção das estruturas de concreto implantadas sobre o maciço de rocha sulfetada na UHE Irapé.

Abstract:

The water that percolates through acid sulfate rock masses can become chemically aggressive to concrete, thereby compromising some of its characteristics, such as watertightness and strength. The presence of acid sulfates in the rock mass at the installation site of the Irapé Hydroelectric Power Plant led to the study and implementation of protective measures for the concrete structures. The studies were conducted based on the British BRE Special Digest 1 Standard, which proposes a classification of the chemical attacks by acid rock mass and defines which characteristics the concrete should have to resist these attacks, in addition to determining additional protective measures to be adopted. At Irapé, along with the adoption of measures related to the composition of the concrete, the rock surfaces were waterproofed to avoid contact of the water percolating through the rock mass with the concrete surfaces. After conducting field and laboratory tests, two waterproofing products were defined: Fospox SF P235, a rigid epoxy-based membrane, and Nitoproof 250, a flexible polyurethane membrane. This work consists of a description of the studies and tests that led to the choice of these products, as well as the criteria for defining the treated locations and the procedures and controls used in the application of the waterproofing membranes. An evaluation was also made of the efficiency of the applied treatment by means of laboratory analysis of concrete and rock coring taken from representative locations of the structures’ foundations two years after casting the concrete and one month after the reservoir creation. Based on the results of the tests, the work concludes that the waterproofing solution for the rock surfaces, together with improvements in the characteristics of the concrete, was efficient, at that particular time, for the protection of the concrete surfaces built on the acid sulfate rock mass at the Irapé Hydroelectric Power Plant.

Áreas de Concentração:

- Geotecnia de Barragens

Orientadores:

- Jorge Felippe da Silva Filho

Outros Participantes:


Nucleo de Geotecnia da Escola de Minas | Campus Universitário Morro do Cruzeiro, S/N | Ouro Preto/MG - 35.400-000
Mestrado Acadêmico / Doutorado - 031 3559-1164
Mestrado Profissional - 031 3559-1508